> Marketing & Vendas

AS LIÇÕES DO
CORONAVÍRUS

o que você pode aprender com a crise do covid-19 e aplicar nos seus negócios

Por Emerson Amaral, Presidente do Instituto de Desenvolvimento das Empresas de Alimentação (Ideal)

Foram dias de grande incerteza: fomos de uma rotina normal nos negócios para uma necessidade iminente de nos adaptar e continuar vendendo. Mas eis a pergunta: o que podemos aprender – e aplicar nos negócios – com a pandemia para o setor de alimentação? Infelizmente, o momento que estamos vivendo é um momento de conflito. À parte das necessidades de aportes financeiro e econômico pelos órgãos competentes para lidar com as fragilidades do mercado e pela prioritária necessidade de prezar pela saúde de nossas famílias e colaboradores está a necessidade de ter negócios rentáveis.
Trazendo para o linguajar dos negócios, sabemos que ao final desse processo algumas empresas vão estar em situação financeira muito precária e teremos também empresas falidas. A pandemia evidenciou que muitos dos negócios em diversos setores, inclusive o setor de alimentação, não estavam preparados para essa “guerra”. Mas como já ocorreu em outros conflitos, são neles que se constroem grandes estratégias e produtos.
Sendo assim, o que iremos tirar de aprendizado é a criação de outras maneiras para comercializar os produtos das padarias, restaurantes e demais setores da alimentação. As várias modalidades de e-commerce e o omnichannel, antes percebidas como algo opcional ou até mesmo irrelevante, hoje nos mostram sua grande importância. Havia várias empresas que não possuíam qualquer estrutura para comercializar digitalmente os seus produtos e que com essa pandemia, começaram a se estruturar. O desafio é estruturar de forma adequada e ágil diante do momento em que cada hora conta para que o caixa feche no positivo.
Para apoiar as empresas, a equipe da Ideal Consultoria tem desenvolvido trabalhos tanto na melhoria da comunicação digital quanto no desenvolvimento de vendas nos diversos modelos de e-commerce que independem do software que é utilizado na empresa. Por isso compartilho com você doze ações que considero fundamentais e cuja implantação tem um resultado muito efetivo.

1) Disponibilizar a estrutura básica de Wi-fi e smartphone;
2) Cadastrar sua empresa no Google Meu Negócio;
3) Criar fanpage nas principais redes sociais;
4) Intensificar a comunicação com os clientes nas redes sociais;
5) Ofertar serviços e produtos via redes sociais;
6) Criar conta de Whatsapp Business;
7) Cadastrar sua empresa nos aplicativos de delivery;
8) Definir o cardápio a ser inserido nos aplicativos e também o cardápio virtual no Whatsapp;
9) Definir a precificação dos produtos para o delivery da loja e delivery por aplicativos (os valores são diferentes).
10) Definir o raio de atuação e levantamento de clientes potenciais (condomínios, empresas de maior número de funcionários e clientes B2B);
11) Estruturar a modalidade de delivery de vizinhança: entrega gratuita em um raio de 1 km;
12) Estruturar serviço “faça seu pedido e retire aqui”. Esse serviço também pode ser estruturado em uma espécie de drive thru, ou seja, o cliente faz o pedido e retira sem sair do carro;
Faça uma autoavaliação: quais dessas ações sua empresa pratica e faz bem? O que ainda precisa ser incorporado e otimizado? A lição que fica deste momento conturbado é que estamos desenvolvendo novas habilidades de venda dos produtos e serviços que vão ficar para o pós-crise. É preciso estar atento para não perder as oportunidades de venda atuais e ainda para ampliar as vendas futuras por meio do uso dessas ferramentas.
Outro ponto que vale a pena ser destacado é que o consumidor se lembra de quem estava disponível quando ele precisou. É nesse preciso momento de construção de relacionamento e de imagem que seu negócio pode definir se o cliente será fiel ou não – e nós sabemos dos benefícios em ter um consumidor frequente tanto no ambiente offline quanto nos canais virtuais.
Perceba que são dois caminhos que andam em equilíbrio: a comunicação e venda no ambiente offline e no ambiente virtual. Cada um requer uma estratégia e monitoramentos diários. E se posso, com humildade, te dar um conselho, te digo para não apostar todas as fichas em apenas um desses caminhos. A operação da loja física é importante, mas as redes sociais e canais virtuais também são. Ambas são prioritárias e precisam estar em harmonia.
Com esperança, posso afirmar que, assim como o computador e o forno de micro-ondas nasceram na Guerra Fria e a margarina foi criada em plena Guerra Franco-Prussiana, teremos, a um modo, soluções criadas pela necessidade de adaptação à pandemia do COVID-19. É preciso ter fé, arregaçar as mangas e fazer o que temos de melhor: colocar alimentos saudáveis, frescos e seguros na mesa de milhões de brasileiros. Espero que essas informações possam lhe ajudar, e conte com a Ideal Consultoria para lhe apoiar. Sucesso e bons negócios!

www.consultideal.com.br • email: @consultideal

 

Rolar para cima