> Legislação

UM FELIZ dia do panificador

O papel dos colaboradores nos estabelecimentos de alimentos

Por Tatiana de Queiroz Campos

Considerado um mês especial no calendário das panificadoras, Julho traz um destaque aos profissionais que atuam no setor de panificação e confeitaria.
A comemoração do dia do panificador permite ao setor reconhecer a sua importância no comércio de alimentos, na nossa cultura e no hábito do brasileiro.
E nos aspectos sanitários que englobam a higiene e cuidados na manipulação não é diferente, para implantar os procedimentos de boas práticas a equipe de colaboradores é fundamental. São eles que estão no dia-a-dia do estabelecimento, que sabem exatamente o que o cliente gosta, qual a quantidade de produtos deve ser produzida, qual pão, bolo, doce e outros produtos são os mais vendidos, e é com ele que contamos para também para garantir um alimento seguro.
“Contar com a equipe é extremamente importante especialmente quando iniciamos um trabalho de implantação dos procedimentos de manipulação, pois precisamos conciliar o conhecimento técnico de um nutricionista baseado nas normas sanitárias, mas também compreender as demandas da produção, é um momento de parceria e de interação”, salienta a nutricionista Tatiana Campos.
Para garantir um alimento seguro e de qualidade ao consumidor, adotamos uma série de práticas para correta manipulação dos alimentos, minimizando o risco de contaminação cruzada, adotando escala de limpeza, acondicionando os alimentos de forma adequada (geladeiras e freezers), identificando os alimentos seja os ingredientes após abertos ou produtos manipulados, mas podemos destacar a importância da higiene pessoal e do treinamento contínuo para equipe.
• Higiene Pessoal:
A higiene pessoal é um conjunto de cuidados que visam minimizar o risco de contaminação dos alimentos, e devem ser cumpridos por todos dos colaboradores envolvidos na produção, venda e entrega dos alimentos para o consumidor final.
A higiene das mãos é o principal veículo de contaminação dos alimentos, e sua limpeza frequente e minuciosa (unhas, costas da mão, entre os dedos) é considerado um cuidado básico e primordial.

• Treinamentos:
As orientações para os colaboradores devem acontecer de forma periódica, o ideal é realizar o treinamento inicial na contratação e definir uma frequência para reciclagem. Os treinamentos podem ser planejados com temas mensais ou determinados conforme a necessidade, seja por uma sinalização da equipe gerencial ou dos líderes de setores.
Um treinamento de identificação de produtos, por exemplo, é um tema frequente e que gera muitas dúvidas, neste caso, pode ser realizado em vários momentos.
Elaborar um treinamento interativo, dinâmico, que a equipe possa participar é um desafio e uma necessidade, utilizar metodologias que permita que o colaborador traga a visão, pode se tornar bem produtivo e enriquecedor.
Para finalizar, gostaria de parabenizar toda a equipe do setor de panificação e confeitaria e deixar uma sugestão para você que é gestor, gerente e líder, que o reconhecimento da equipe seja constante, com um presente, um cartão, um abraço, agradecimento, esse carinho e cuidado contribui com o desenvolvimento da sua equipe, incentivando esse colaborador nos aspectos profissional e pessoal.

Até breve!

Rolar para cima