> Escolas em Destaque

ONDE TALENTOS SÃO LAPIDADOS

Em Vinhedo (SP), escola administrada pelo experiente Chef Fernando de Oliveira forma apaixonados pelos encantos da panificação, da confeitaria e da chocolateria

Profissionais bem sucedidos são sempre aqueles que não param de se atualizar. Claro que muitos trazem o talento no DNA, mas sem o aperfeiçoamento as atividades dessas pessoas tornam-se menos inovadoras. É o que ocorreu com o Chef Fernando de Oliveira. O profissional é uma das principais referências nos setores de panificação e confeitaria do Brasil, ao passo de que é comum vê-lo rodando o país em seus atendimentos técnicos como consultor. Porém, há um local onde ele fixou suas atuações. Desde 2018 a Escola do Padeiro e Confeiteiro está em operação para suprir, segundo ele, “a carência que o setor ainda tem em relação aos cursos práticos voltados para o aperfeiçoamento dos profissionais”.
Com mais de 30 temas diferentes, os cursos da instituição de ensino atendem amadores, profissionais mais experientes e até mesmo empreendedores – mostrando como seu “ProfeChef” domina as múltiplas etapas de condução dos trabalhos no âmbito dos diversos tipos de negócios do nosso setor. “Temos cursos práticos em confeitaria, panificação e chocolateria e as consultorias para empresas constituídas e novos negócios. Vem crescendo mesmo a procura por consultorias buscando melhorias nos produtos. Novos empreendimentos surgem todos os dias e muitos desses proprietários estão migrando de outras áreas. Assim, precisam conhecer melhor o setor onde atuarão”, comenta Fernando.
Todos os ensinamentos que transmite são resultado de muito estudo. Tanto que, uma vez ao ano, o Chef realiza uma bateria de cursos para adquirir mais conhecimento e, consequentemente, para criar a grade dos cursos — sua atualização constante também se dá no acompanhamento das Redes Sociais, em Revistas e Portais que geram conteúdo sobre o setor. “Muitas vezes procuramos ditar tendências para instigar os alunos a sempre buscarem novidades”, completa.

“Não vemos os nossos alunos como números. Aqui são amigos que acabam fazendo a maioria dos cursos e muitos que concluíram todos eles nos pedem por novos. Muitos já montaram seus negócios e estão prosperando – o que é motivo de muito orgulho e alegria para nós. Foram mais de 500 alunos em dois anos”, destaca o Chef e Professor Fernando de Oliveira.

O perfil do público é bem amplo. Frequentam as aulas jovens em busca de colocação no mercado; pessoas que gostam de cozinhar para os familiares e amigos e fazem os cursos para obter conhecimento e manter o hobby; profissionais da área de panificação, confeitaria e chocolateria buscando aperfeiçoamento; proprietários de padarias que vêm em busca de mais conhecimento para agregar ao seu negócio e os empreendedores que estão abrindo pequenas padarias artesanais.
As turmas reúnem no máximo 10 alunos e, além do público brasileiro, a escola também já recebeu alunos vindos do Uruguai, de Portugal e até da Nigéria. Conhecimento transformador é o sem fronteiras. Ainda mais tendo em vista que há aulas conduzidas por chefs convidados.
As aulas são práticas com a teoria sendo passada aos alunos durante o curso e presente nas apostilas. “Acreditamos no modelo tradicional mesmo com toda a tecnologia disponível ainda hoje, porque há questões que não podem ser passadas à distância, como por exemplo, o ponto de uma massa. Não há como saber o ponto de uma massa se não tocar. Por isso é tão importante o contato do aluno com as massas, os recheios, os cremes… Claro que o aluno pode ter dúvidas, porém não é admissível que ele não saiba qual seria o ponto exato em que a massa saiu da amassadeira, por exemplo. E até no pós-curso temos grupos de apoio que continuam a tirar as dúvidas e a fomentar conhecimento”, pontua o profissional.
Em meio aos acontecimentos gerados pela Pandemia do Novo Coronavírus, a escola reforça que atende às exigências dos órgãos de saúde para a proteção de sua equipe e dos seus alunos. “Suspendemos os cursos agendados — muitos deles já com turma fechada — e estamos aguardando as novas ordens dos órgãos responsáveis para retomarmos nossas atividades habituais. Para manter o contato com os nossos alunos, temos os nossos canais através de grupos de Redes Sociais e aplicativos por onde mantemos o contato com os alunos, passamos informações sobre o setor, novidades, tendências, receitas e dicas”, informa.

CURSOS DE PREFERÊNCIA DO PÚBLICO:

Artesão do Pão: Curso onde se trabalha com fermentação natural. Nele, o aluno faz e alimenta o levain, aprende a sova manual e as técnicas de assamento na panela de ferro. Indicado tanto aos profissionais quanto a quem quer fazer pães artesanais em casa, utilizando forno doméstico.

Padeiro Intensivo: Curso de quatro dias com grade ampla que ensina sobre os pães tradicionais da panificação brasileira, os europeus, os rústicos e os com fermentação natural. É muito procurado por padeiros para se reciclarem e empreendedores que desejam montar um pequeno negócio.

Viennoiserie: Área da panificação que ainda é novidade no Brasil e que explora o segmento de pães doces, brioches, croissants e massas folhadas. É um curso que traz várias tendências e que utiliza matéria-prima de qualidade para agregar ainda mais valor ao produto. Em três dias são preparados mais de 25 tipos de produtos diferentes com formatos e cores (muitas criações são do Chef Fernando de Oliveira).

Tendências da Confeitaria Fina: Voltado aos confeiteiros, é um curso muito rico em técnicas e sabores. Em dois dias os alunos aprendem muitas técnicas que, desmembradas, se transformam em muitas possibilidades. Há um cuidado ainda maior com a finalização dos produtos a fim de que este “se venda sozinho” quando estiver na vitrine da padaria.

Escola do Padeiro e Confeiteiro
Avenida Benedito Storani, 822 – Piso Superior, (Bairro Aquário – Vinhedo/SP), (Em frente ao Terminal Rodoviário de Vinhedo.
30 minutos do Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas/SP) – Tel.: 19 3826.3506
www.escoladopadeiroconfeiteiro.com.br
instagram: @escolapadeiroeconfeiteiro.com.br

Rolar para cima