> Doces Tendências

O mundo da confeitaria parou. será?

O QUE VOCÊ VAI FAZER COM ESTE TEMPO E AS OPORTUNIDADES QUE ESTA CRISE LHE IMPÔS?

Por Ligia Franceschi • facebook/ligiafranceschicakedesigner

Pois é, estamos vivendo um momento extremamente diferente e novo. Agora “temos tempo!”. Um tempo extra, que até algumas semanas atrás parece que não tínhamos. Um momento de pausa e reclusão.
Alguns têm usado esse tempo para ouvir informações políticas, outros têm mergulhado no mundo do negativismo (o que será da minha empresa? Vou falir… Não terei grana para superar esta fase…), outras pessoas ainda desistem antes mesmo de saber como e quando tudo isso irá acabar! E outras, sabiamente, estão fazendo um bom uso deste momento!! Você está aproveitando seu tempo para se desenvolver? Ou para identificar como sua empresa poderá se destacar nesse novo mercado que nascerá?
Pode parecer clichê, mas a frase é real: muita gente enriquece na crise!
Sim, a crise pode te mostrar caminhos para mudar o rumo do seu negócio e te ajudar a surfar uma nova onda de muita prosperidade. O que você precisa fazer então para ir ao encontro desta onda? A resposta é: aproveite bem o seu tempo. Ele é um tesouro valioso para você neste momento.
São tantas as possibilidades, veja só… Faça um planejamento estratégico e anote todas as possibilidades viáveis para sua empresa voar mais alto. Pesquise tendências. Estude, leia matérias interessantes (em revistas e livros), faça cursos online. Estude o mercado, estude seu público-alvo, estude seu negócio. Analise seus produtos atuais e desenvolva novos produtos. Pense fora da caixa. De novo, estude, estude, estude, para quando tudo isso passar, você estar pronto, e com novas habilidades. E muito importante: aprenda a desenvolver novas opções com o que você já tem em mãos.
E falando especificamente da Confeitaria, pense que doces, bolos e alimentos em geral não servem apenas para nutrir nosso corpo; eles despertam sensações e emoções, e isso vai diretamente ao encontro desse nosso mercado. Vale a pena ficar atento às necessidades e desejos desses clientes e fidelizá-los.

Ideias???
Que tal doces veganos? Este é um estilo de vida adotado por grande parte da população que não consome nada de origem animal. Já pensou em investir neste mercado tão pouco lembrado? E sobremesas funcionais? Daquelas consideradas “fit”, elaboradas com componentes saudáveis? Podemos dizer que grande parte da população tem tido muito cuidado com a saúde, com o corpo, evitando gorduras e açúcares… Mas ninguém quer ficar sem um docinho, principalmente após as refeições. Olha que grande oportunidade de incluir essa opção no seu cardápio e revender para restaurantes e bares!
Temos também uma gama gigantesca de ingredientes para doces regionais de vitrine, como castanhas do Pará, castanhas de caju, amendoim, queijos variados, goiabada… enfim, com toda esta riqueza, tenho certeza que não faltará inspiração para desenvolver novos produtos.
E quem não ama os doces e bolos caseiros? Já pensou em criar um doce ou uma sobremesa autoral utilizando a antiga receita de bolo de fubá ou da broa da vovó? Dá também para fazer uma releitura do doce de abóbora com coco, ou até do famosinho doce de leite. Eles são venda certa, não tem como dar errado, só precisa pensar em uma forma nova de vendê-los e de atrair seus clientes.
Ah, só para lembrar, nós, brasileiros, adoramos uma boa bebida, e os doces e sobremesas etílicos podem ser uma grande opção de abraçar esse mercado que agrada não só o público feminino como também o masculino. Podem ser aproveitados os doces finos para casamentos, festas adultas e grandes eventos, os quais se tornam uma ótima opção e podem ser muito bem-vindos na forma de pequenos prazeres para serem presenteados em eventos corporativos. A inspiração pode vir da tequila, whisky, espumante, licor ou até mesmo da popular cachaça. E imagine essa combinação com as frutas tropicais e o nosso queridinho chocolate… É de dar água na boca!!
Enfim, o céu é o limite. Dá para aproveitar este “tempo extra” para explorarmos um sem-número de novidades na confeitaria. O que não dá é pra ficarmos parados, vendo “a banda passar”!!
Carpe diem!! Aproveite seus dias!! Aproveite este tempo!!

Rolar para cima