> Doces Tendências

é hora de se reinventar

Mesmo com todas as mudanças que a pandemia tem nos exigido, sempre encontramos novas formas de garantir as festas de nossos clientes

Por Ligia Franceschi • facebook/ligiafranceschicakedesigner

O mundo nunca mais será o mesmo. Com o corona-vírus espalhado pelo mundo, as pessoas estão percebendo que muitas coisas que faziam agora têm que ser diferentes. E muitas dessas mudanças continuarão deste novo jeito, mesmo quando tudo isso passar. O isolamento social é uma das medidas preventivas para conter a aglomeração de pessoas e, assim, evitar a proliferação desse vírus. Essa medida, apesar de extremamente necessária, provocou grandes mudanças no cotidiano das pessoas. E impactou fortemente o setor de eventos, que estão temporariamente proibidos de acontecer. Desde as pequenas festas de aniversário até as mais grandiosas festas de casamento, todas foram canceladas ou postergadas, e isso gerou também um importante impacto financeiro.

O lado bom disso tudo é que, com todas as mudanças que vêm acontecendo, muitos confeiteiros, padeiros, cake designers e outros profissionais desse segmento começaram a se reinventar, e partiram para desenvolver novos produtos, processos e, principalmente, novas formas de atrair e atender o cliente final. É um novo movimento, que vai ao encontro da necessidade deste novo momento, e que tem gerado novas ideias e lançamentos interessantes nestes últimos 3 meses. Falando das festas, elas estão bem mais personalizadas. Foram criados kits com produtos variados, para as comemorações em família. Diminuiu a quantidade de produtos, mas por outro lado, aumentou o número desses mini-eventos. As festas adultas também ficaram com sabor especial. Alguns confeiteiros agora vendem o bolo do aniversariante, e para cada convidado é enviado um mini-bolo. O bolo chega em uma caixa personalizada no endereço do convidado e depois a comemoração acontece on-line. Ou seja, não é vendido mais um bolo, e sim vários bolos menores. Perde-se por um lado, ganha-se por outro.
Os casamentos que não foram adiados também estão em formato on-line. Os noivos optam por uma mesa menor, com bolo e doces, e enviam para os convidados uma caixinha de doces com uma ou mais fatias de bolo embrulhado, contendo também um bilhete carinhoso dos noivos. Uma ideia pra lá de simpática. E a festa rola pela internet. Temos visto também neste formato festas de debutante, chás de bebê, comemorações de mesversário e outras, todas neste novo formato, como se fosse uma “festa na caixa”. Quanto aos clientes, nunca o formato on-line foi tão importante. O e-mail e WhatsApp continuam em alta, mas agora a bola da vez são as vídeo-chamadas, pelo próprio WhatsApp ou Skype, por aplicativos como o famoso Zoom, ou pelo novíssimo Google Meet. Através das chamadas por vídeo, é possível fazer o pré-atendimento e todas as outras fases do atendimento ao cliente, como briefing, mostrar fotos e exemplos de trabalho, negociação de valores e fechamento. E algo fundamental: mesmo por vídeo, dá para encantar o cliente!
Ou seja, temos visto que é possível trabalhar remotamente com bons resultados. É óbvio que nada substitui o olho no olho e o calor humano de uma reunião presencial, mas é o que temos pra hoje. E tem funcionado. Mudança, reengenharia, reinvenção… Use o termo que quiser, mas saiba que só vai sobreviver no período após a pandemia quem mudar e adaptar seu negócio e seus processos à nova realidade das pessoas e do mundo. A verdade é que, com pandemia ou sem pandemia, todos nós temos sempre motivos para comemorar. E precisamos estar prontos, capacitados, cheios de novidades, para vender nossos produtos de acordo com o que o cliente precisa. Para sempre encantá-lo, e se possível, superar suas expectativas. E você, qual motivo tem para comemorar hoje?

Rolar para cima